Repórter e crítico musical desde 2001, Leonardo Lichote assina o texto final do livro “Minha fama de mau”, com memórias de Erasmo Carlos, e é autor das análises críticas que acompanham a caixa “De todas as maneiras”, de Chico Buarque. Desde 2018, apresenta a série “Cria”, no Manouche, de encontros com compositores – pela qual já passaram artistas como Adriana Calcanhotto, Martinho da Vila e Gilberto Gil. Integra também os júris do Prêmio da Música Brasileira e do Prêmio Multishow.